Garantir a agilidade no lançamento de novos recursos e a eficácia no gerenciamento de infraestruturas existentes é uma preocupação constante entre os times de TI. Como solução, muitos já aderiram o modelo DevOps, o considerando como a forma dinâmica de promover a inovação aos negócios, oferecer o suporte necessário às práticas de operação e desenvolvimento, promover a integração e fornecimento contínuos de infraestrutura como código, a construção de microsserviços e monitoramento e registro de atividades.

As práticas de DevOps, onde equipes de desenvolvimento e operação se unificam para garantir uma maior estabilidade do ambiente, contam também com recursos elásticos de infraestrutura sob demanda e ferramentas próprias para fornecer aplicativos de maneira rápida e confiável, permitindo assim, uma melhor resposta às necessidades do negócio e a disponibilidade de tempo dos times. Com tempo para criarem soluções que atuem diretamente na construção de novos produtos e serviços, bem como atendam as expectativas de clientes, a equipes tomam, por consequência, ações mais ágeis, precisas e seguras e a implantação de novas tecnologias pode ser realizada sem causar impactos negativos aos negócios.

É importante ter em mente que nesta metodologia algumas etapas devem ser planejadas e executadas cuidadosamente, já que se mostram significativas a saúde dos negócios e também porque geram um impacto direto nas análises dos ambientes. Acompanhe aqui os principais passos para iniciar a jornada para o DevOps:

  • Planejamento: Nesta etapa o foco está em criar e estabelecer junto a equipe as diretrizes fundamentais e critérios de sucesso do projeto;
  • Desenvolvimento e teste: Com o desenvolvimento do código, testes automatizados devem ser realizados, mapeando as alterações necessárias para uma entrega final de qualidade;
  • Monitoramento contínuo e feedback contínuo: Por fim, através do monitoramento é possível detectar possíveis problemas e corrigi-los de maneira proativa, não influenciando diretamente nas atividades do cliente final.

Para iniciar a operação o ideal é contar com um serviço de aplicação em nuvem qualificado. As práticas de DevOps integradas a consultorias e provedores cloud garantem uma atuação qualificada das equipes de engenharia de computação, oferecendo ótimos produtos, experiências automatizadas e pagamentos conforme a necessidade tecnológica e cenário de cada empresa.