Sino

Sobre a Sino
A SINO, uma tradicional empresa na área de pesquisa e monitoramento de informações, surgiu no mercado em 1970, sendo a primeira atuante em seu segmento em São Paulo. A nova ferramenta logo foi adotada por executivos, que buscavam nos veículos de comunicação matérias de suas empresas ou de seus interesses, conteúdos estes capazes de ajudar nos processos de tomadas de decisões diárias.

Hoje a empresa processa, de maneira rápida e eficiente, notícias de mais de 1.200.000 mídias eletrônicas (blogs, sites e portais) e mais de 980 veículos impressos (jornais e revistas) de todo o Brasil, além de uma infraestrutura própria com mais de 746 emissoras de TV e rádios do País, além disso oferece os serviços de monitoramento das principais redes sociais. Como resultado deste trabalho, a SINO tornou-se referência no monitoramento e análise de informações. Seus serviços são indispensáveis para as grandes empresas, tanto que obteve o título de liderança no mercado de clippings. Vale citar também que, ainda na década de 1970, a organização criou a métrica que é utilizada até hoje para a mensuração de retorno espontâneo de mídia.

Com um portfólio que conta com serviços estratégicos para áreas de comunicação, marketing e de inteligência de mercado, a Sino é parceira de dezenas de assessorias de imprensa, que usam o monitoramento para embasarem estratégias de comunicação com clientes.

Matriz: São Paulo/SP
Funcionários: De 50 a 200 colaboradores
Setor: Serviços da informação

O Desafio
Devido ao seu crescimento acelerado na área atuante, a SINO viu-se em um cenário consolidado, que atende uma grande parcela de agências de comunicação e marketing do mercado. Para acompanhar tal crescimento, era então preciso gerar uma maior aproximação digital com seus clientes, criando vínculos que satisfizesse suas expectativas, bem como disponibilizassem conteúdos que atendessem suas necessidades.

Como medida estratégica de negócio, iniciou-se então a busca por um ambiente digital estável e com grande possibilidade de melhoria, tendo como principal atividade a estabilidade de seu site, além da otimização de serviços, como o disparo 20 mil e-mails por dia (atividade essencial para a sobrevivência do negócio, visto que a empresa envia com frequência informativos online para agências de comunicação e marketing).

O ideal para este caso, seria então, um ambiente com total disponibilidade, além do direcionamento para que o serviço com informações fosse disparado em massa para contas e usuários em tempo hábil de se criar estratégias de comunicação e marketing entre as agências. Tais e-mails deveriam chegar aos clientes prontamente, sem interrupções e bloqueios.

A Solução
Para que o ambiente fosse otimizado, nossa equipe realizou um mapeamento inicial, de onde criou-se um plano para migrar o ambiente já estruturado pelo cliente em Microsoft. Agora este contaria com a infraestrutura da AWS.

Juntamente com esta ação, também seria necessária a instalação e configuração da infraestrutura e recursos AWS, bem como a configuração de monitoração, gestão e operação para alertas e incidentes aos serviços de missão crítica do ambiente. Tudo para garantir uma total visibilidade quanto à saúde do ambiente cloud.

Deste modo, para concretizar o projeto planejado, foram utilizadas as seguintes ferramentas: EC2 App Server – 1 WebServer, EC2 BD Server – 1 BDServer – que serviriam como peças fundamentais para a escalabilidade da demanda -, S3 Storage (com capacidade de armazenamento de 100gb), Elastic IP, tráfego de saída para transferência de dados (saída AWS) e Route 53 DNS, que por fim, seria a solução responsável pelo serviço de endereçamento.

Importante ressaltar que desde sua fase de iniciação (onde ocorre a compreensão da demanda por parte da BMSIX e o mapeamento dos times e áreas envolvidas no projeto), até o levantamento de requisitos, desenvolvimento do projeto e acompanhamentos de atividades pós-live, teve-se uma divisão de entrega estabelecida em quatro fases, sendo estas definidas como: kick-off do projeto, planejamento, migração e go-live.

Fase 1: Focado no entendimento do plano de negócio do cliente e kick-off do projeto, na conectividade e acessos aos ambiente, na criação do plano de ação e cronograma de implantação e no mapeamento efetivo dos ativos utilizados pela empresa (aplicações, componentes e banco de dados).
Fase 2: Definida pelo provisionamento de acessos e setup de recursos nas contas AWS, na migração efetiva do ambiente e DNS para o Route 53.
Fase 3: Liberação da AWS para início da homologação e testes, bem como a realização da configuração do monitoramento e requisitos de operação e ativação de segurança.
Fase 4: Entrega e validação de efetividade quanto ao projeto entregue.

Por fim de todas as etapas, o time de especialistas da BMSIX cumpriu a entrega completa deste projeto dentro de um prazo de dois meses.

Resultados e Impactos
Por fim, definiu-se a execução da proposta, utilizando de novas tecnologias em cloud, como já era ensejado pela equipe, para trazer melhorias contínuas aos processos da empresa e um plano de evolução do ambiente que atendesse a demanda com o mínimo de impacto negativo.

Com o desenvolvimento de uma nova aplicação, a BMSIX proporcionou um ambiente que trouxe 100% de disponibilidade durante o terceiro trimestre de 2019, o que suportou o crescimento exponencial do negócio e agregou valor ao cliente.

Em suma, com a realização da migração e com o direcionamento quanto às melhores práticas, instalação e configuração do ambiente de monitoração/suporte ao cliente, o ambiente em nuvem foi devidamente executado para manter o projeto em seu devido funcionamento.